“Seu pai não a chamou no quarto mas ela entrou mesmo assim. O abraçou pelas costas e disse sutilmente que o amava. Sem expressões ou reações ele prosseguiu com o que estava fazendo: ouvindo músicas na internet. Um segundo depois, ele diz à filha que gosta de música clássica, e que elas o deixavam calmo e tranquilo.

Esse é um momento raro entre o relacionamento contubardo de um pai e uma filha. Para alguns um momento insignificante e bem comum. Mas para aquela filha significava o recomeço, ou parte do que foi um dia uma amizade. Não era apenas um “oi”, “bom dia” ou “tchau”, era compartilhar um gosto, dizer algo de si prórprio, um sentimento partilhado. Digamos que anos foram perdidos em entender o que o amargurava e o deixava tão solitário. Mesmo tendo uma família linda (com problemas como todas outras) , o silêncio era seu próprio mal. A filha que o amava desesperadamente e via naquele homem uma razão para acreditar estava desiludida e um pouco perdida. Perdeu o herói e perdeu um pai, mesmo ainda estando vivo. O ser que ali atualmente habitava não era o que cantava canções e ensinava sobre a vida( o lado duro da vida e o lado bom da vida), era um cara vegetativo e inexpressivo. A fase da raiva passou, mas essa do silêncio matava por dentro aquela menina quase mulher. Depois de uma música compartilhada parecia que esse gelo estava se derretendo. A muralha da China parecia se agora com uma cerquinha qualquer. Ela encontrou naquela atitude e no brilho daquele olhar não a esperança de tudo voltar a ser como antes, ela era quase mulher, mas de saber que o amor ainda permanecera entre eles, de uma forma viva e quente.
Pode ser que essa filha não tenha um outro momento como este, mas com certeza, esse foi o único que ela precisava para acreditar novamente de que apesar das coisas mudarem e nunca mais se tornarem as mesmas, essas coisas existiram, foram importante e nem o tempo, nem perigo, nem espada, nem tempestade, nem a morte, nem a angústia, nem a depressão, nem as doenças, físicas ou psiquicas, nada e absolutamente nada pode nos separar do amor de um pai.
O pai pode não soltar mas seus sorrisos pois todos foram gastos fazendo com que a filha encontrasse motivos para iniciar sua jornada de sorrisos.

Seja diferente, perceba os detalhes e sorria.

Que as cores são reais, que o tempo é só uma questão de tempo, que tudo passa e acontece de novo, e se repete o tempo todo, mas como afirmei o tempo é apenas e somente questão de tempo. Tudo foi planejado e arquitetado pelo melhor de todos, o dono do universo, não questione apenas acredite. Nos dias chuvosos o sol ainda está lá, que mesmo que não consigamos ver ele estará lá aquecendo até nas noites mais frias. Deus pensou em tudo : passado, presente e futuro. No antes, no agora e no depois. Ele sabe cada coisa, todas as coisas, até ainda as que não são. Podemos ser iguais sendo destinados a funções diferentes, ou pessoas diferentes sendo destinadas as mesmas funções. Apenas acredite. Que três divindades pode ser apenas uma , que dois unidos pode ser amor, mas que um é apenas uma metade. A lógica é ilógica mas tem sua própria razão, apenas dê um salto de fé.  Acredite. Que os erros são formidáveis, e que mostram o quanto é lindo ser uma criatura perfeita, criada por Deus para errar, para escolher e para sonhar. Acredite que tudo vai dar certo, mesmo que não seja do seu jeito, pra tudo tem um final, e um recomeço. Acredite que as pedras vão rolar, que o mundo vai girar, o tempo vai passar e a felicidade vai chegar. Apenas acredite.

Passam tanto tempo julgando detalhes, impondo formulas mágicas e receitas milagrosas, querem te ensinar a viver suas fantasias inventadas. Mas ensinar a vida e os problemas reais é falta de fé, contar que não dá pra evitá-los e que ser um ser santo é uma condição apenas para a eternidade seria uma inverdade. Ora, se for pra viver numa bolha de sabão eu prefiro caminhar na estrada de terra sujando meus pés de lama até chegar ao final pois para mim o que importa é chegar lá. Os super poderes não existem e o único cara 100% homem e 100% Deus foi Jesus e me perdoem quem pensa ao contrário somos seguidores não clones..
O propósito de Deus nunca foi
criar pessoas outros cristos mas pessoas normais com mentes renovadas, mentes diferentes. A galera tem medo da tatu ser pecado, de beijar na boca, ou do que fulano vai pensar se des
cobrir algum segredo. Eu tenho medo de mentir, magoar, ofender e até mesmo de me faltar amor para compartilhar. Ninguém precisa concordar, apenas repare nos detalhes certos.

Honey

Publicado: 01/07/2012 em Amor

                   Gosto de lembrar, como tudo começou, relembrar as duas primeiras semanas, o tempo de espera com uma mistura de realidade, a ligação interesseira e o pedido que mudaria tudo. Muitas conversas, antes dos beijos, uma escolha, uma decisão feita através da aceitação de condições adversas. A pessoa perfeita sorrindo pra mim? Desconfiança beirava o medo , de uma pessoa estragar mais a bagagem pesada que já se carregava outrora. Um desconhecido com um sorriso tímido, que não hesitou nem um minuto pra me ter ao seu lado, queria acertar a sua vida, me conhecido antes, bem antes, mas Deus acerta os ponteiros na hora certa, a hora perfeita em meio a  bagunça de duas vidas.

A primeira vez, de um filme 3D, um abraço perfeito, um beijo excepcional, muitos outros viriam depois, com mais intensidade e amor  progressivo. Não há muito o que falar, dessa vez as palavras acabaram perdendo sua eficácia de exprimir tais sentimentos, mas vivenciar as sensações é muito mais que perfeito. Desejos e sonhos aumentam, temos uma missão, temos um próposito, serrmos um do outro, cada vez mais, um caminho a trilhar, Deus caminha na frente, seguimos amantes de um amor que Ele presenteou-nos.

This is for you.

It different. Love.

Eu não.

Publicado: 26/04/2012 em Sem categoria

Prometo acreditar nas promessas de Deus para mim e não nas minhas para com Deus.

As minhas , não as faço mais.

Confio em Deus, mas maldito do homem que confia em si próprio.

Delete

Publicado: 06/02/2012 em Sem categoria

Deletando: falsos interesses, falsas vontades, aquilo que não acrescenta, o que não enriquece a alma. Jogando fora todos os lixos, pensamentos insanos e vãos. Reciclando conceitos, desistindo de muitos outros. Aprendendo e aprendendo. Dizendo pouco, não escondendo, não mentindo, não enganando. Deleto o pecado, o canal que me leva a ele, fugindo do provável, me apoiando no invisível, jogando a real, mostrando as cartas. Tirando a sujeira, lavando o coração, juntando as pedras, recolhendo as penas. Voltando ao passado, vivendo o aprendido, reaprendendo o perdido. Apoiando as idéias, deletando as desistências, sendo forte mas reconhecendo a fraqueza da fragilidade humana. Deleto a auto-suficiencia, o orgulho e as omissões. Deleto as algemas, as prisões de mente e liberto a sabedoria, a sede de justiça e conhecimento. Deleto alguns benefícios, disponho-me há sacrifícios, me livrando de tesouros perecíveis, acumulando galardões e me desfaço do reconhecimento, dos palcos e holofotes. Reconheço o valor dos bastidores, das lágrimas derramadas em oculto e do desinteresse pelo finito. Deleto os desejos da carne, do corpo e da alma. Deleto o meu eu, me diminuo e desapareço pra que tenha mais espaço para Ele.

Se tudo que é finito, é infinitamente inútil. (C.S Lewis)

Delete All !

 

 

                                      _Como assim você está me despedindo? Estou sendo um escravo para você trabalhando tantos anos. Dia a pós dia aqui, quantas vezes eu já trabalhei doente pois estava altamente comprometido com as minhas funções. Sabe de uma coisa? Não preciso de empreguinho de merda ! Sou um profissional competente e tenho o meu preço no mercado. Logo vou ser contratado por uma empresa melhor.

                E bate a porta na cara de seu chefe. As coisas já não iam bem, era de se esperar que o despediriam, sabia que na sua idade seria mais difícil de arranjar outro emprego mas seu orgulho estava satisfeito em falar através daquelas palavras tudo o que sentia, sua total repulsa pelo seu patrão. Andou o dia todo e quando chegou em casa, sua mulher viu no semblante triste a expressão da tristeza e dificuldade que iriam passar outra vez, ela não queria comentar mas já estava cansada do orgulho de seu marido e da vida que acabou escolhendo viver.

             Procurou emprego por dias, semanas, meses e todas as respostas que ouvia eram negativas. Um dia parou em um barzinho, pediu uma dose de Vodka, duas, três e depois perdeu as contas. Até que viu seu chefe. Queria se esconder pois lembrava de cada palavra que disse no dia da demissão. De repente aquele cara com um terno caro venho em sua direção, mostrou um sorriso e disse:

                                     _Te quero de volta cara, abriu uma vaga no setor de produção e quero você lá, não te liguei antes porque tenho certeza que seu emprego está bem melhor, e o salário que tenho pra te oferecer não é lá essas coisas, mas ainda sim quero que pense a respeito.

Na outra segunda, ele estava no escritório do setor de produção, com uma cara estranha, envergonhada, grata e imensamente feliz. Seu antigo e agora atual chefe já sabia, que ele ficaria um bom tempo desempregado mas mesmo assim via qualidades nele que o cativavam e essas qualidades faziam com que o chefe o visse com outros olhos.

O filho pródigo era FILHO. E o Pai não era CHEFE e sim PAI. Os orgulhosos somos NÓS. Deus nunca vai nos despedir, porque um Pai jamais demite um filho, não dá pra demitir e desvincular uma paternidade assinando um processo rescisório. Esse desvínculo é impossível pois é selado por sangue. Um filho não pode pedir demissão do posto de filho, por mais que não atue como tal o vinculo é de sangue.

Deus é nosso Pai e nós somos seus filhos. Ele te quer de volta, mesmo que pra isso Ele tenha que te despedir primeiro pra te recontratar e te ter perto novamente, mais submisso e mais agradecido pela sua generosidade. Deus nos ensina nas situações difíceis a darmos valor ao seu cuidado diário.

Seja diferente, mesmo pródigo, você é filho.