Arquivo da categoria ‘Jesus’

Passam tanto tempo julgando detalhes, impondo formulas mágicas e receitas milagrosas, querem te ensinar a viver suas fantasias inventadas. Mas ensinar a vida e os problemas reais é falta de fé, contar que não dá pra evitá-los e que ser um ser santo é uma condição apenas para a eternidade seria uma inverdade. Ora, se for pra viver numa bolha de sabão eu prefiro caminhar na estrada de terra sujando meus pés de lama até chegar ao final pois para mim o que importa é chegar lá. Os super poderes não existem e o único cara 100% homem e 100% Deus foi Jesus e me perdoem quem pensa ao contrário somos seguidores não clones..
O propósito de Deus nunca foi
criar pessoas outros cristos mas pessoas normais com mentes renovadas, mentes diferentes. A galera tem medo da tatu ser pecado, de beijar na boca, ou do que fulano vai pensar se des
cobrir algum segredo. Eu tenho medo de mentir, magoar, ofender e até mesmo de me faltar amor para compartilhar. Ninguém precisa concordar, apenas repare nos detalhes certos.

Anúncios

Se você está a procura de uma religião que te deixe confortável, não aconselharia o cristianismo ( C.S.Lewis)

Ele realmente sabia o que estava falando, a busca pelo confortável  processo de bem-estar espiritual anula completamente o que o evangelho traz como verdade  a luz da bíblia.  Me sinto um pouco traidora quando concordo com frases que diz: “você tem que estar no lugar que você se sente bem”, sendo que Jesus era o habitante que mais estava nos lugares indesejados, onde as pessoas ou eram orgulhosas demasiadamente ou eram assoladas na miséria. Para mim um lugar de miséria, com coxos, paralíticos, cegos e viúvas pobres não é um lugar confortável, e mesmo com a maior bondade que temos estampada na nossa testa, sei que o coração contrasta e repudia tais lugares, com tais pessoas.

O confortável nunca foi o forte propósito de Jesus, alguns 40 dias sem comer, e a abstinência das regalias do mundo para se concentrar na sua missão provava isso. Se a nossa missão é repetir seus passos e reproduzir a sua vida dele nas nossas atitudes, isso não será um ato confortável. Viver o evangelho não é confortável. Paulo foi o cara que mais falava sobre isso , tomou açoites, surras, foi preso, sofreu naufrágio e as incontáveis história não registradas na bíblia, e mesmo assim em um momento bem crazy mas completamente embriagado pela certeza de sua fé disse, sem ser de uma forma metafórica, mas sincera: eu faria tudo de novo.  Tanto o apóstolo Paulo quanto C.S Lewis sabiam o que estavam falando, tinham a plena certeza da fé e das condições que vem juntamente com a aceitação da Graça. O evangelho não é simples, não é confortável, mas Juliano Son declara repetidamente um uma das sua belas canções do Livres para Adorar: Vai valer a pena…Esse desconforto e leve pertubação vai fazer cada minuto doido e palavra incompreendida ser válida. A rejeição do mundo e a entrega total, que subitamente gera a insegurança e a sensação de ser guiado pelo vendo ( invisível mas real) vai ser validada pela glória eterna. Papo de louco, mas também é bem real.

Deus uma mania bem legal, de nos tirar dos lugares de conforto e colocar cada um dia nós, separados do que era de costume ser e fazer , pra coisas totalmente novas, muda as coisas de lugar e dá uma sacudida nos ossos secos, pede pra que o vento nos leve um pouco mais longe, nos tira da zona de conforto e nos leva para a zona de confronto. Provando e moldando nosso caráter, fazendo e refazendo, sem pedir permissão nem autorização.

Muda tudo e nos muda, para que mudemos os outros.  Não estou escrevendo auto-ajuda, e esse blog adora me alfinetar com as minhas próprias palavras, começo e nem sei onde vai terminar, e assim é Deus confie a Ele o começo e Ele te mostrará o final. Poxa, adoro o C.S Lewis, o cara realmente sabia o que estava falando.

Morte e vida genuína.

Publicado: 09/10/2011 em Amor, cruz, culpas, Deus, Graça, Jesus, morte, vida

 

 

 

 

 

 

 

Há umas duas semanas a traz eu tive um compartilhar muito grande, da Palavra, e me veio a seguinte questão, que no dia da morte de Cristo houve um significado pouco comentado pelos Cristãos, no ato do transpassar a lança por ele,  acabou espirrando agua e sangue, ele já estava em suas condições finais e seu corpo já não tinha mais resistência. O que quero pegar dentro desse texto é o contexto de que muito se fala sobre o sangue, muito se fala sobre a água, mas pouco se fala sobre os dois juntos, o significado dos dois estarem juntos. A água significa a vida e o sangue, a morte, porque os dois apareceriam juntos na mesma situação? Porque água misturada com sangue,? Ele disse que era a água da vida, e vida não combina com morte, pois a morte vem quando a vida se vai, os dois teriam que estar separados e não juntos, porque os dois se misturariam? Não faz sentido?

Claro, não faz sentido, quando se pensa que Jesus somente morreu pra que nós vivêssemos, mas há uma outra realidade, esquecida ou talvez negligenciada, temos que morrer pra que Ele possa viver, depois da morte o significado de suas palavras: aquele que beber de mim nunca mais terá sede, se torna : Aquele que beber da água e do sangue mesmo morrendo todos os dias terá vida eterna. Nossa! Parece muito contraditório mas faz um tremendo sentido, Jesus provou na cruz não apenas o amor dEle por nós, isso foi provado em sua vida inteira e se consumou na cruz, mas até em seus momentos de dor,  Ele estava nos exortando e nos mostrando que não há vida sem morte, não há redenção sem renuncia. Também deixou claro nas escrituras que Qualquer que perder a sua vida por amor a Mim salva-la-a, ou seja, a mistura da água com o sangue, mostrou que Ele tinha vindo pra mostrar que a morte é necessária para que se atue a vida, pois a vida com Cristo só se segue com a morte diária de nós mesmos.

O título  faz paródia com o livro Morte vida Severina, que traz a história de um nordestino sofrido em busca de uma vida melhor, mas a Morte e vida genuína de Cristo vai além do sofrimento, a vida dele só faz sentido na morte, por mais tenha tido milagres e milagres o mais importante de sua missão se concretizou na cruz, Ele nasceu para morrer. Somos renascidos em Cristo para morrer para  este mundo. Nascemos para morrer e depois da morte, na eternidade entendermos como a Morte de Cristo contribuiu para que a nossa vida eterna fosse genuína.

Levado

Publicado: 13/09/2011 em Amor, confiança, Deus, escolhas, Jesus, vida
Foto de Rui Bonito, retirada do site 1001Imagens.

O amor de Deus está em movimento constante, e nos leva há lugares inimagináveis…maravilhosos, perfeitos. O amor dEle não é parado, não é apenas um sentimento, mas Ele nos carrega e nos leva para onde Ele quer levar. Me sinto flutuando em suas águas que ao mesmo tempo que são tranquilas se tornam forte em meu coração. E um dilúvio de emoções borbulham no meu interior, porque as águas dEle, que vem diretamente do seu trono, me leva, e eu quero ir, não sabendo onde isso dará, não sabendo onde isso vai desaguar, mas sei que o dono de todas as águas, a própria agua da vida está me levando. Quando paramos na beira da estrada e vemos um rio, sabemos que ele nasceu de uma pequena fonte e desagua em um imenso mar.  Assim é a nossa vida tomada por Deus, começa do lugar mais improvável para nos levar a um mar de surpresas. Penso até, que este Rio, me conduz ao mar da eternidade, que não terá fim, que é imensurável. Que gostoso é se deixar levar pela vontade de Deus, sem saber e nem se preocupar em mais nada, apenas estar envolvido com Ele. Parece até papo de louco, mas a minha mente está tão inundada pelo amor de Deus, que esse rio que corre dentro de mim, está deixando pequenas gotas sairem pelos meu olhos, é tão lindo e tão imenso o amor que estou recebendo, que não consigo expressar em palavras sem que as lágrimas corram juntas pelo meu rosto. Eu quero que Ele me leve mais e mais e mais e mais, que me inspire em suas correntes de vida, que me mata diariamente pra que eu posso viver livre com Ele. As vezes Deus me faz ver as coisas do alto, como pássaros, livres e experimentando desafiar a gravidade, as vezes me faz ver as coisas da ótima de um peixe, respirando pela sua misericórdia e graça. A natureza expressa a grandeza de Deus, os passarinhos exaltam o seu nome com a sua beleza e canto, e eu pobremente racional, tento cumprir minha única missão que é adorá-lo com a minha admiração. O amor não é sentimento, é uma ação, é um rio que está em movimento, nos tira de um lugar e leva a outro, nos faz de sair de uma nascente e correr de  encontro para o mar. Assim nós, a Igreja de Cristo( igreja pessoas, não templos) corremos desesperadamente pelo Noivo, que é Cristo. Tenha uma mente diferente, deixe ser levado por este rio, que é Jesus!

40 dias

Publicado: 09/01/2011 em confiança, Deus, escolhas, Jesus
Tags:, ,

Um homem, uma renúncia e uma missão. Estava tenso, e previa que algum tempo depois estaria tenso pela ultima vez transpirando gotas de sangue, seu sofrimento era prévio, já sabia de seu destino, mas ainda faltava um algo a mais, uma prova que o definiria como o escolhido. Ausentou-se de seus amigos-discipulos e foi mortificar a sua carne em um deserto:

_Longe de todos , ficará mais fácil começar a minh mortificação, sei que essa é opcional e voluntária para preparar também, o meu espírito. Sem falatório, sem milagres pra realizar, sem multidão me seguindo, sem ninguém e sem nada, apenas eu e o Aba, porém sei que ele vai estar lá também.

Como em um passe de mágica, foi transportado, para ser tentado pelo astucioso, já foi lá não apenas para renunciar um Mac Donalds mas com a finalidade de ser tentado, contudo resistiu as tentações.Estranho, o cara vai de jejum e sabendo que será tentado?  Com que finalidade foi proporcionado isso a Jesus?Ele estava se preparando pra tomar atitudes totalmente contrária aos desejos de sua carne, mas guiadas pelo Espírito. O astucioso tentou intimida-lo e oferecer coisas que qualquer homem comum aceitaria, ta aí  o fato desvendado: ele não era um homem comum.

Pessoas incomuns, antes de passar por grandes mudanças, param e pensam, se afastam de outras pessoas e matam primeiro a sua carne para que o Espírito esteja vivo. Grandes propósitos requerem grandes sacrifícios. Jesus deu o exemplo de que precisamos ser tentados, precisamos parar, pensar e ficar sozinhos antes das “grandes coisas” chegarem. Da mesma forma que o povo de Israel passou 40 anos no deserto, Jesus passou 40 dias, e isso significa um período de tratamento e essa quarentena serve pra que o doente fique sarado por completo.

40 dias/anos no deserto pode preparar alguém para a morte, para a renuncia, para aprendizado e para conquistar a terra prometida, nossas conquistas individuais se paralelam com os 40 dias e a nossa salvação os 40 anos, pra algumas coisas esperamos pouco para as mais importantes esperamos mais.

Refaz

Publicado: 06/01/2011 em Amor, escolhas, Jesus, medos, vida
Tags:, , , ,

Ele foi criado com uma finalidade esplêndida, enfeitar a sala do palácio real, seus desenhos e cores foram minuciosamente escolhidos, seu design foi inspirado no artista mais reconhecido que existe. Estava feliz pois finalmente depois de anos e anos encostado na parede da olaria, seu dono havia vendido a sua melhor arte, a sua melhor criação para que ficasse exposto no palácio real, um lugar nobre e digno da visitação de reis e príncipes.

Chegando ao seu destino, o vaso foi colocado em uma das pilastras de gesso , que eram delicadamente trabalhada e esculpida à mão. Ao olhar para o redor o vaso viu que haviam muitos como ele, até mais bonitos grades e formosos, descobriu que ele não era único e que todos eles serviam para a mesma função: servir de apoio para as orquídeas reais.

Todos que passavam naquela sala, elogiavam as flores e nunca os vasos. Aquele vaso ficou frustrado, porque além de descobrir que não era único, a sua finalidade servia para que outros fossem reconhecidos através de sua funcionalidade. E um belo dia, uma criança foi brincar com o vaso que caiu de sua posição e quebrou.

Enviado as pressas para a casa do oleiro, como uma pessoa em um pronto socorro, se lamentava pois a dor da frustração era maior do que a dor do seus cacos. O oleiro amava de mais aquele vaso, foi sua melhor criação, doeu muito, mas o oleiro quebrou o vaso todinho e mergulhou seus cacos na agua e o que era um vaso nobre voltava a ser barro.

O oleiro com seu amor, refez o vaso, mas não o pintou nem o adornou, apenas deixou o simples, como um vaso comum, não demorou muito e foi vendido novamente, e  mais uma vez entrava no palácio real, mas ao ser transportado para lá percebeu que não ficaria mais na sala de entrada, mas estava passando para lugares mais secretos, menos acessíveis, e ao chegar ao seu destino final: estou nos aposentos do rei?

O vaso agora não carregava flores, mas sim o nardo que ungia o rei todos os dias antes dele dormir. O seu valor foi triplicado e sua função era muito mais importante, percebeu que depois de refeito ele se tornara único e importante. Agora ele era o vaso do rei, que transportava a beleza e a unção do rei.

“Teu amor me desfaz, teu amor me refaz, quebra tudo e faz de novo e de novo”

Deus pode nos quebrar quantas vezes for necessário para que cheguemos mais perto do rei, do rei Jesus, seremos incomuns, e não transportaremos belezas artificiais, mas sim a unção do rei em nossas vidas, e Deus contará com nós.

 

“Querido Deus, hoje repensei sobre muitas coisas na minha vida, e uma delas era a forma como eu estava me relacionando com as pessoas que você tinha e tem colocado no meu caminho, o medo que dá de se cansarem do meu jeito impulsivo de ser, de sonhar os meus sonhos e de não viver os meus planos. Plano estes, que nem perguntei a você se tem a sua aprovação. Todos os dias tento provar conceitos e teorias que criei, que nem eu mesmo acredito que funciona mais. Tento explicar sentimentos que nem eu mesmo sei discernir.

Tenho pensar pensamentos que não tem começo, meio e fim, e busco ao longa da jornada que trilhei resposta para o meu incerto fim, sei que você me criou com um propósito, não se preocupe não vou perguntar qual é, pois ja estou cansada de ouvir sobre ele. Mas nunca desejei que esse propósito viesse a se cumprir o mais rápido. Estou cansada de esperar as coisas acontecerem , esperar e esperar pra depois descobrir que ainda não estou pronta pra cumpri-lo. Caminhar atras do vento é o que faço todos os dias. Creio e acredito em você, sei que é real, mas sei que é difícil crer naquilo que mantém meus pulmões vivos. Pode ser um desabafo, talvez. Ou uma oração pra um Pai que espera apenas que eu fale.

Hoje é o último, de primeiros muitos últimos, não sei se é fim ou começo, na verdade nem me importa mais como antes. Percebi que meu egoísmo e orgulho é a minha pior doença de estimação. Descobri que você me ama mesmo assim, mas essa qualidade ruim tem que desaparecer de mim. Não são apenas promessas de Ano Novo, são revoltas, pensamentos em balões jogados ao ventos esperando voltar ao seu destino com resposta das tantas perguntas que se iniciam assim como esse novo ano.

Crise de ministério, perca familiar, amigos ocultos, tristes e insensatos, racionalidade brigando com espírito, argumentos da alma, o que e certo não dá certo, reflexões, novo amor X velho amor, a desistência de algo estável e cruel para um algo arrebatante e arriscado porém correspondido, sonhos, desejos realizados e muitos frustrados. Choros falsos, soluços sinceros, esforço do próprio braço, da própria mente e do governo da alma, relaxo do espírito e da manutenção da sua santidade.

Lutar por ideias que já não fazem mas sentido, andar por caminhos onde seu fim é duvidoso. Queria que Aslam fosse mais visível como o ar, Deus sei que estou misturando as ideias, o sobrenatural, ficção e a realidade. Mas a insana insónia quer me atacar outra vez, com o mundo nas costas e experiência nos pés.

Noite insana, ano insensato, estranho porém formidável, assim como os corações conturbados descritos na Cabana, quero muito ser Mack depois de ser confrontado por você, a mudança na ficção pode ser muito mais útil na realidade.

Passado e presente entram em guerra, e saber do passado de outros, que o coração pulsa por amor, é difícil e estranho, mas mostra um lado de mim que eu não conhecia, e você tem me revelado aos poucos, e te peço revela-me mais e mais. Sou negativo sozinha mas apareço quando tenho contato contigo, ó Luz, minha estrela da manhã e meu farol. O Lucas Souza&Banda te chama de obsessão, e concordo que o meu coração queima por ti.

Ano de tantos erros, que dá até vergonha de falar, tantos tropeços, tantas renuncias, tantas decepções, mas a descoberto do amor, do amor gerado no espírito, do emprego totalmente diferente dos meus planos e projetos. Te amo meu Deus, sei que você é o meu amigo, não duvido do seu amor, obrigada por esse momento de conversa,  esse momento meu e seu, uma amiga me disse que no final das contas só é entre eu e você. Boa noite e obrigada por me fazer sentir melhor, tá na hora de dormir. Tchau Pai”