Se você está a procura de uma religião que te deixe confortável, não aconselharia o cristianismo ( C.S.Lewis)

Ele realmente sabia o que estava falando, a busca pelo confortável  processo de bem-estar espiritual anula completamente o que o evangelho traz como verdade  a luz da bíblia.  Me sinto um pouco traidora quando concordo com frases que diz: “você tem que estar no lugar que você se sente bem”, sendo que Jesus era o habitante que mais estava nos lugares indesejados, onde as pessoas ou eram orgulhosas demasiadamente ou eram assoladas na miséria. Para mim um lugar de miséria, com coxos, paralíticos, cegos e viúvas pobres não é um lugar confortável, e mesmo com a maior bondade que temos estampada na nossa testa, sei que o coração contrasta e repudia tais lugares, com tais pessoas.

O confortável nunca foi o forte propósito de Jesus, alguns 40 dias sem comer, e a abstinência das regalias do mundo para se concentrar na sua missão provava isso. Se a nossa missão é repetir seus passos e reproduzir a sua vida dele nas nossas atitudes, isso não será um ato confortável. Viver o evangelho não é confortável. Paulo foi o cara que mais falava sobre isso , tomou açoites, surras, foi preso, sofreu naufrágio e as incontáveis história não registradas na bíblia, e mesmo assim em um momento bem crazy mas completamente embriagado pela certeza de sua fé disse, sem ser de uma forma metafórica, mas sincera: eu faria tudo de novo.  Tanto o apóstolo Paulo quanto C.S Lewis sabiam o que estavam falando, tinham a plena certeza da fé e das condições que vem juntamente com a aceitação da Graça. O evangelho não é simples, não é confortável, mas Juliano Son declara repetidamente um uma das sua belas canções do Livres para Adorar: Vai valer a pena…Esse desconforto e leve pertubação vai fazer cada minuto doido e palavra incompreendida ser válida. A rejeição do mundo e a entrega total, que subitamente gera a insegurança e a sensação de ser guiado pelo vendo ( invisível mas real) vai ser validada pela glória eterna. Papo de louco, mas também é bem real.

Deus uma mania bem legal, de nos tirar dos lugares de conforto e colocar cada um dia nós, separados do que era de costume ser e fazer , pra coisas totalmente novas, muda as coisas de lugar e dá uma sacudida nos ossos secos, pede pra que o vento nos leve um pouco mais longe, nos tira da zona de conforto e nos leva para a zona de confronto. Provando e moldando nosso caráter, fazendo e refazendo, sem pedir permissão nem autorização.

Muda tudo e nos muda, para que mudemos os outros.  Não estou escrevendo auto-ajuda, e esse blog adora me alfinetar com as minhas próprias palavras, começo e nem sei onde vai terminar, e assim é Deus confie a Ele o começo e Ele te mostrará o final. Poxa, adoro o C.S Lewis, o cara realmente sabia o que estava falando.

Anúncios

Uma mente que sonha

Publicado: 15/10/2011 em Amor

 

Era um lindo dia, e as ondas batiam na minha canela, acordei um pouco assustada, não sabia direito como havia chegado a aquele lugar, mas era tão lindo e perfeito que desistir de racionalizar. Tomei meu copo de café  e me lembrei que esse era um vício antigo de um passdo que eu não me lembrava, pode até ser de uma vida que não era minha. Sorri ao vento e me dei conta de que não estava sozinha, olhei para o lado com um pouco de receio, talvez de uma decepcção eminete e inevitavel, mas isso não aconteceu, olhei e vi um rosto indefinido, não sabia reconhecer precisamente, mas parecia que já estivera ali e conhecia aquela compania, mas tudo ressoava como lembranças distantes e nebulosas. Não me dei ao t rabalho de tentar lembrar, esta um clima tão pereito e de paz que não quis estragar, sentados na areia eu me via muito bonita, mais do que o normal, esses detalhes de perfeição estavam começaram a me preocupar, eu nunca m sentira tão bem, nunca tivera uma compahia tão agradável e misteriosa. Começamos a conversar falando de uma vida juntos que nunca existiu, mas naquele momento parecia muito real, contei-lhe os meus segredos e ele riu, como se já soubesse de todos eles e não fosse uma novidade. Seu sorriso me instigava a sorrir também, seu olhar me levava longe, e eu me perdi naquele espeçado indefinido onde o tempo não estava sendo contado. Me deu um beijo e eu apreciei, como se aquilo fosse uma rotina da que eu mais havia gostado, mas como poderia ser? Era tudo muito perfeito? Estranhamente belo e desejável. Pisquei meu olhos e não consegui abri-los durantes alguns segundos, quando depois de ter relutado consegui abrir meu olhos e a paisagem se tornara novamente familiar, ouvia o barulho de gotas lá fora e estava em meu quarto novamente, já era de se imaginar, tudo não passara de um sonho, fiquei alguns minutos ainda deitada, e viajando em meus pensamentos, porque se a melhor maneira de encontrar aquilo novamente era dormir para sempre, precisava tentar tornar isso real, e isso por mais que eu tentasse não conseguiria mais.

Uma mente diferente gosta dos sonhos, pois é a nascente de todos os desejos. No próximo não vou hesitar,  aproveitarei cada vez mais porque depois que se acorda o que era real vira apenas lembranças.

Morte e vida genuína.

Publicado: 09/10/2011 em Amor, cruz, culpas, Deus, Graça, Jesus, morte, vida

 

 

 

 

 

 

 

Há umas duas semanas a traz eu tive um compartilhar muito grande, da Palavra, e me veio a seguinte questão, que no dia da morte de Cristo houve um significado pouco comentado pelos Cristãos, no ato do transpassar a lança por ele,  acabou espirrando agua e sangue, ele já estava em suas condições finais e seu corpo já não tinha mais resistência. O que quero pegar dentro desse texto é o contexto de que muito se fala sobre o sangue, muito se fala sobre a água, mas pouco se fala sobre os dois juntos, o significado dos dois estarem juntos. A água significa a vida e o sangue, a morte, porque os dois apareceriam juntos na mesma situação? Porque água misturada com sangue,? Ele disse que era a água da vida, e vida não combina com morte, pois a morte vem quando a vida se vai, os dois teriam que estar separados e não juntos, porque os dois se misturariam? Não faz sentido?

Claro, não faz sentido, quando se pensa que Jesus somente morreu pra que nós vivêssemos, mas há uma outra realidade, esquecida ou talvez negligenciada, temos que morrer pra que Ele possa viver, depois da morte o significado de suas palavras: aquele que beber de mim nunca mais terá sede, se torna : Aquele que beber da água e do sangue mesmo morrendo todos os dias terá vida eterna. Nossa! Parece muito contraditório mas faz um tremendo sentido, Jesus provou na cruz não apenas o amor dEle por nós, isso foi provado em sua vida inteira e se consumou na cruz, mas até em seus momentos de dor,  Ele estava nos exortando e nos mostrando que não há vida sem morte, não há redenção sem renuncia. Também deixou claro nas escrituras que Qualquer que perder a sua vida por amor a Mim salva-la-a, ou seja, a mistura da água com o sangue, mostrou que Ele tinha vindo pra mostrar que a morte é necessária para que se atue a vida, pois a vida com Cristo só se segue com a morte diária de nós mesmos.

O título  faz paródia com o livro Morte vida Severina, que traz a história de um nordestino sofrido em busca de uma vida melhor, mas a Morte e vida genuína de Cristo vai além do sofrimento, a vida dele só faz sentido na morte, por mais tenha tido milagres e milagres o mais importante de sua missão se concretizou na cruz, Ele nasceu para morrer. Somos renascidos em Cristo para morrer para  este mundo. Nascemos para morrer e depois da morte, na eternidade entendermos como a Morte de Cristo contribuiu para que a nossa vida eterna fosse genuína.

Levado

Publicado: 13/09/2011 em Amor, confiança, Deus, escolhas, Jesus, vida
Foto de Rui Bonito, retirada do site 1001Imagens.

O amor de Deus está em movimento constante, e nos leva há lugares inimagináveis…maravilhosos, perfeitos. O amor dEle não é parado, não é apenas um sentimento, mas Ele nos carrega e nos leva para onde Ele quer levar. Me sinto flutuando em suas águas que ao mesmo tempo que são tranquilas se tornam forte em meu coração. E um dilúvio de emoções borbulham no meu interior, porque as águas dEle, que vem diretamente do seu trono, me leva, e eu quero ir, não sabendo onde isso dará, não sabendo onde isso vai desaguar, mas sei que o dono de todas as águas, a própria agua da vida está me levando. Quando paramos na beira da estrada e vemos um rio, sabemos que ele nasceu de uma pequena fonte e desagua em um imenso mar.  Assim é a nossa vida tomada por Deus, começa do lugar mais improvável para nos levar a um mar de surpresas. Penso até, que este Rio, me conduz ao mar da eternidade, que não terá fim, que é imensurável. Que gostoso é se deixar levar pela vontade de Deus, sem saber e nem se preocupar em mais nada, apenas estar envolvido com Ele. Parece até papo de louco, mas a minha mente está tão inundada pelo amor de Deus, que esse rio que corre dentro de mim, está deixando pequenas gotas sairem pelos meu olhos, é tão lindo e tão imenso o amor que estou recebendo, que não consigo expressar em palavras sem que as lágrimas corram juntas pelo meu rosto. Eu quero que Ele me leve mais e mais e mais e mais, que me inspire em suas correntes de vida, que me mata diariamente pra que eu posso viver livre com Ele. As vezes Deus me faz ver as coisas do alto, como pássaros, livres e experimentando desafiar a gravidade, as vezes me faz ver as coisas da ótima de um peixe, respirando pela sua misericórdia e graça. A natureza expressa a grandeza de Deus, os passarinhos exaltam o seu nome com a sua beleza e canto, e eu pobremente racional, tento cumprir minha única missão que é adorá-lo com a minha admiração. O amor não é sentimento, é uma ação, é um rio que está em movimento, nos tira de um lugar e leva a outro, nos faz de sair de uma nascente e correr de  encontro para o mar. Assim nós, a Igreja de Cristo( igreja pessoas, não templos) corremos desesperadamente pelo Noivo, que é Cristo. Tenha uma mente diferente, deixe ser levado por este rio, que é Jesus!

Deus não tem um plano na sua vida, Ele te inclui no plano dEle, o plano de salvação.

Criou os céus e a terra, deu a Adão e Eva, porque era parte do plano dEle de criar seres para o adorarem. Mais tarde escoheu Abraão para ser a parte do plano em que fez promessas e diante desse homem se iniciou uma nação. Ah, já ia me esquecendo, escolheu a Moisés para que ele conduzisse o povo ao deserto, rumo a terra prometida, e é claro, isso era um plano de Deus que incluia a Moisés, usou Ester e teve que honra-la para que o povo parasse de ser reprimido, não porque ela era bonitinha. Usou Davi para que começasse e Salomão para terminar o templo, que também era plano de Deus. No novo testamento, usou Maria, para que carregasse o filho de Deus, e o seu próprio filho para que morresse na cruz e desse uma outra chance a nós, usou pescadores e pessoas comuns, transformou em discípulos para que propagasse o evangelho ao mundo todo e chegasse até nós.  Hoje Ele nos usa como os adoradores da ultima hora pra o plano da salvação seja concluído. Ou seja em toda a bíblia Deus usa pessoas comuns, e inclui no seu brilhante plano, Deus não faz nada para te honrar aqui, Ele te usa para Honrar a Ele e cumprir os propósitos dele, porque a sua honra será o galardão na eternidade. Fique feliz, seja diferente, pois Deus te escolheu para ser uns dos personagens principais do Seu Infalível plano.

Mude

Publicado: 17/07/2011 em Sem categoria

Essa mente diferente, vai mudar.

[Twitter-seguem screen_name = 'talitaunt']

Estranhamente feliz

Publicado: 13/06/2011 em desabafo

“A liberdade é a possibilidade do isolamento. Se te é impossível viver só, nasceste escravo” Fernando Pessoa

 

Tô me sentindo estranha, estranhamente feliz, feliz por mim, pelas minhas conquistas e pelas conquistas dos outros, mas ao mesmo tempo só, só eu e Deus e mais ninguém, tenho amigos sinceros e verdadeiros, amigos cultos, ignorantes, zueiras e de todos outros tipos mas eles não são capazes  de me preencher por completo, falta algo e sei que quando este algo vir, ainda faltará mais e mais e mais. A nossa vida nunca é feita de momentos completos, uma segurança completa…sempre tem que faltar algo, o que falta para mim pode ser o que você tenha mas o que eu tenho pode te faltar e assim vai. Sou livre e a liberdade traz solidão, em partes, porque quando se está em um mundo cativo ninguém compartilha dessa liberdade, então a solidão acaba sendo a companhia mais certa. Nos meus momentos em que estou só, Deus se manifesta, acho muito difícil encontrá-lo no meio da multidão, mas quando estamos só nós dois me sinto completa….estranho isso né? Nunca me sinto preenchida quando estou com muitas pessoas ao redor, mas Deus me faz sentir muito bem ao lado dele, como iniciei este post, essa felicidade é estranha, gostosa mas solitária.